Análise do comportamento frente ao consumo de bebidas alcoólicas e seu efeito sobre a função hepática entre universitários de um centro universitário da Zona da Mata mineira

Verlúcio Alves de AGUIAR JÚNIOR, Christiane Mariotini-Moura VASCONCELLOS, Eliabe do Carmo ALMEIDA, Caio Agostini Calheiros GROSSO, Tiago César Gouvêa MOREIRA

Resumo


RESUMO: Investigou-se a relação entre 30 universitários, de 18 a 25 anos, e o consumo de álcool, na cidade de Muriaé (MG). Um questionário semiestruturado levantou dados estatísticos sobre o tipo de bebidas alcoólicas ingeridas, quantidade, frequência da ingestão e dosagem de indicadores de função hepática. Em análise sanguínea de 30 voluntários, foram dosadas as enzimas hepáticas TGO, TGP, GGT, fosfatase alcalina e proteína albumina. Não foram encontradas alterações que indicassem dano hepático. Constatou-se que os jovens adultos estão bebendo com frequência alta e pode-se sugerir que lesões hepáticas apareçam mais cedo na população, gerando custos ao SUS e danos à saúde de adultos jovens.

Palavras-chave: fígado, hepatotoxicidade, álcool.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.