Desenvolvimento de novos fármacos e sua estreita relação com conflitos de interesse financeiros: uma revisão de literatura

Mariana Santos Magalhães Cortez, Milena Melo Gambogi, Maria Luiza Andrade Siqueira, Renato Santiago Gomez, José Helvécio Kalil de Souza

Resumo


O processo do desenvolvimento de novos fármacos compreende perspectivas socioeconômicas, jurídicas, comerciais além da ocorrência de conflitos de interesse. Em razão do retorno financeiro que as empresas buscam, tais conflitos podem se sobrepor à preocupação com a saúde da população e ao desenvolvimento científico. O objetivo do artigo é explorar a relação adjunta e pouco abordada entre o desenvolvimento dos fármacos e o lucro. Foram analisados artigos em inglês, dos últimos 5 anos, na Biblioteca Virtual em Saúde, e do período compreendido entre 17 de março de 2019 e 17 de março de 2020, no Pubmed, na base de dados MedLine, além do livro de Farmacologia Básica e Clínica, do autor Bertram G. Katzung, do ano de 2017. Para a pesquisa dos descritores (drug development, economics e ethics), foi utilizado o MeSH, pelo portal U.S National Library of Medicine. Foram encontrados 34 artigos, dos quais 12 fazem parte da revisão. Esta enfatiza a grande influência dos conflitos financeiros no desenvolvimento de fármacos, os quais, antes de serem comercializados, precisam passar por estudos pré-clínicos e clínicos. Estes podem ser financiados por empresas que objetivam sobretudo o monopólio e os lucros subsequentes. Com isso, o desenvolvimento de fármacos para o tratamento de doenças crônicas e lucrativas é priorizado em detrimento daqueles destinados a doenças raras ou parasitoses. Tal contexto é decisivo para a relação entre disponibilidade e acessibilidade dos pacientes aos medicamentos. Portanto, infere-se que o desenvolvimento de fármacos é moldado sobretudo pelos interesses financeiros e, consequentemente, causando impacto na produção de diversos medicamentos.


Texto completo:

PDF

Referências


AHMADIANI, S.; NIKFAR, S. Challenges of access to medicine and the responsibility of pharmaceutical companies: a legal perspective. DARU Journal of Pharmaceutical Sciences. v. 24, n. 13, 2016.

DECENSI, A.; NUMICO, G.; BALLATORI, E.; ARTIOLI, F.; CLERICO, M.; FIORETTO, L.; LIVELLARA, V.; RUGGERI, B.; TOMIROTTI, M.; VERUSIO, C. Conflict of interest among Italian medical oncologists: a national survey. Bmj Open, v. 8, n. 6, p. e020912, 2018.

EARL, H. M.; HILLER, L.; VALLIER, A.; LOI, S.; MCADAM, K.; HUGHES-DAVIES, L.; HARNETT, A. N.; AH-SEE, M.; SIMCOCK, R.; REA, D. 6 versus 12 monthsofadjuvanttrastuzumab for HER2-positive earlybreastcancer (PERSEPHONE): 4-year disease-freesurvivalresultsof a randomisedphase 3 non-inferioritytrial. : 4-year disease-freesurvivalresultsof a randomisedphase 3 non-inferioritytrial. The Lancet, v. 393, n. 10191, p. 2599-2612, 2019.

FABBRI, A.; PARKER, L.; COLOMBO, C.; MOSCONI, P.; BARBARA, G.; FRATTARUOLO, M. P.; LAU, E.; KROEGER, C. M.; LUNNY, C.; SALZWEDEL, D. M. Industry funding of patient and health consumer organisations: systematic review with meta-analysis. Bmj, v. 368, p. l6925, 2020.

HAFFAJEE, R. L.; FRANK, R. G. Abuses of FDA Regulatory Procedures — The Case of Suboxone. New England Journal Of Medicine, v. 382, n. 6, p. 496-498, 2020.

JAROSłAWSKI, S.; TOUMI, M.; AUQUIER, P.; DUSSART, C. Non-profit Drug Research and Development at a Crossroads. Pharmaceutical Research, v. 35, n. 52, 2018.

KANG, S.; BAI, G.; KARAS, L.; ANDERSON, G. F. Pharmaceutical Industry Support of US Patient Advocacy Organizations: an international context. : An International Context. American Journal of Public Health, v. 109, n. 4, p. 559-561, 2019.

KATZUNG, B. G. Introdução: natureza, desenvolvimento e regulação de fármacos. In: KATZUNG, B. G.; TREVOR, Anthony J. Farmacologia Básica e Clínica. 13. ed. Porto Alegre: Amgh, Cap. 1. p. 1-19, 2017.

KESSELHEIM, A. S.; CONNOLLY, J.; ROGERS, J.; AVORN, J. Mandatory disclaimers on dietary supplements do not reliably communicate the intended issues. Health Affairs, v. 34, n. 3, p. 438-446, 2015.

RHEE, T. G. Policymaking for OrphanDrugsand Its Challenges. Ama Journal of Ethics, v. 17, n. 8, p. 776-779, 2015.

ROSE, A.; SEKHAR, A. Bioethics of establishing a CHIM model for dengue vaccine development. International Journal of Infectious Diseases, v. 84, p. 74-79, 2019.

VAN HOOGDALEM, E. Take Care of the Fast-in-Human Study. Clinical and Translational Science, v. 10, n. 3, p. 122-123, 2017.

VYAS, Ami M.; KOGUT, Stephen J.; AROKE, Hilary. Real-World Direct Health Care Costs Associated with Psychotropic Polypharmacy Among Adults with Common Cancer Types in the United States. Journal of Managed Care & Specialty Pharmacy, v. 25, n. 5, p. 555-565, 2019.