A influência da ginástica rítmica na postura e flexibilidade de crianças ginastas e não ginastas

Luana Mie Nakahara, Cesar Augusto Calonego

Resumo


A flexibilidade é elemento central para a prática da Ginástica Rítmica, as ginastas possuem amplitude de movimento acima do considerado normal, estas têm sido identificadas com alterações posturais devido à intensa sobrecarga musculoesquelética imposta no treinamento. Objetivo: avaliar e analisar o nível de flexibilidade e alterações posturais de praticantes e não praticantes de Ginástica Rítmica. Procedimentos: 20 indivíduos do sexo feminino, de 7 a 10 anos com média de 8,7±1,08, divididos em dois grupos: 10 Ginastas (GG) e 10 Não-Ginastas (GNG), submetidas à avaliação postural (em posição ortostática, nas vistas anterior, posterior e lateral) e avaliação da flexibilidade utilizando o Flexiteste, por meio de 20 movimentos passivos de sete grandes articulações (punho, cotovelo, ombro, quadril, joelho, tornozelo e tronco), com obtenção do Flexíndice, que varia de 0 a 80 pontos. Resultados: houve grande diferença de flexibilidade entre GG e GNG (p<0,0001), GG apresentou Flexíndice superiores com média 59,15±4,3 em relação ao GNG com média 34,85±6,09. Todas as participantes apresentaram algum tipo de alteração postural. Os principais desvios nas atletas foram: ombros assimétricos (80%) e protusos (70%), inclinação (90%) e retificação da cervical (60%), hiperlordose lombar (90%), abdome protuso (70%) e anteversão pélvica (90%). Conclusão: as atletas possuem grande flexibilidade quando comparadas as não atletas, principalmente nos movimentos da articulação coxofemoral e na extensão de coluna.  A assimetria corporal é presente em praticantes e não praticantes, com maior tendência nas ginastas, tanto na flexibilidade quanto nas alterações posturais.

Palavras-chave: Ginástica Rítmica; Alteração postural; Capacidades Físicas, Flexibilidade na infância; Flexiteste.


Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. G. S. Avaliação da Flexibilidade: Valores Normativos do Flexiteste dos 5 aos 91 Anos de Idade. Arq. Bras. Cardiol., Rio de Janeiro, v. 90, n. 4, p. 280-287, 2008.

ARAÚJO, C. G. S. Flexiteste: proposição de cinco índices de variabilidade da mobilidade articular. Rev. Bras. Med. Esporte, v.8, n.1, 2002.

BOSSO, L. R; GOLIAS, A. R .C. A postura de atletas de ginástica rítmica: análise através da fotometria. Rev. Bras. Med. Esporte, Maringá/PR, v. 18, n. 5, 2012.

COELHO, C. W; ARAÚJO, C. G. S. Relação entre Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v. 2, n. 1, p. 31-41, 2000.

CORREIA, A. L. M. A. DO. Avaliação da flexibilidade em ginastas rítmicas escolares da cidade de Natal/RN. 2015. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação e Educação Física - Bacharelado)-Faculdade de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.

DEL VECCHIO, F B; PRIMEIRA, M; SILVA, H C da; DALL’AGNOL, C; GALLIANO, L M. Nível de aptidão física de atletas de ginástica rítmica: Comparações entre categorias etárias. Rev. Bras. Ci. e Mov., v. 22, n. 3, p. 5-13. 2014.

FORMIGHIERI, F. M. S; OLIVEIRA, D. E; ROMAN. E. P. Encontro Científico Cultural Interinstitucional, 13, 2015, Anais...: Sobrepeso, obesidade e flexibilidade em meninas adolescentes: uma revisão de literatura. 2015.

FROTA, R.S; PIONER, R. S. O perfil de maturação biológica entre ginastas de alto rendimento de 9 a 14 anos de ginástica rítmica de três clubes da cidade de Porto Alegre. 2009. 51 f. Monografia (Bacharel em Educação Física)–Faculdade de Educação Física e Ciências do Desporto, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2009.

GONÇALVES, L. A. P; FILHO, A. A. B; GONÇALVES, H. R. Características antropométricas de atletas de ginástica rítmica. Arq. Ciênc. Saúde Unipar, Umuarama, v. 14, n. 1, p. 17-25, 2010.

GUIOTTE, V. A; ROQUEA, C. F. L; OLIVEIRA, M. R; OLIVEIRA, A. W; RABELLO, L. M; SANTOS, E. V. N; OLIVEIRA, R. F; OLIVEIRA, D. A. A. P; MACEDO, C. S. G; JUNIOR, R. A. S. Avaliação Físico - Funcional de Atletas da Ginástica Rítmica: Histórico de Lesões e Estabilidade Postural. UNOPAR Cient., Ciênc. biol. saúde, Paraná, v. 14, n. 4, p. 217-20, 2012.

KENDALL, F. P.; MCCREARY, E. K.; PROVANCE, P. G. Músculos: provas e funções com postura e dor. 5. ed. São Paulo: Manole, 2007.

KUSSUKI, M. O. M; JOÃO, S. M. A; CUNHA, A. C. P. Caracterização postural da coluna de crianças obesas de 7 a 10 anos. Fisioterapia em Movimento, v. 20, n. 1, p. 77-84, 2007.

MARQUES, N. R; HALLAL, C. Z; GONÇALVES, M. Características biomecânicas, ergonômicas e clínicas da postura sentada: uma revisão. Fisioterap. Pesq. v. 17, n. 3, p. 270-276, 2007.

MINATTO, G; RIBEIRO, R. R; JUNIOR, A. A; SANTOS, K. D. Idade, maturação sexual, variáveis antropométricas e composição corporal: influências na flexibilidade. Revista Brasileira de Cineantropometria Desempenho Humano, Cascavel, Londrina, v. 12, n. 3, p. 151-158, 2010.

OSHIRO, V. A; FERREIRA, P. G; COSTA, R. F. Alterações posturais em escolares: uma revisão da literatura. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. Santos, São Paulo. n. 13, 2007.

PENHA, P. J; JOÃO, S. M. A; CASAROTTO, R. A.; AMINO, C. J; PENTEADO, D. C. Postural assesment of girls between 7 and 10 years of age. Clinics, v. 60, n. 1, p. 9-16, 2005.

SANTOS, A. B. Flexibilidade e força em Ginástica Rítmica: avaliação de ginastas juniores portuguesas. 2011. 144 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Desporto)–Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física, Universidade do Porto, Porto – Portugal, 2011.

SANTOS, J. B; TOLEDO, E; REIS, P. F; MORO, A. R. P; GOMES, A. C. Perfil postural de atletas de ginástica rítmica na faixa etária de 10 a 19 anos no estado de São Paulo. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo, v. 10, n. 59, p. 395-404, 2016.

SANTOS, M. M; SILVA, M. P. C; SANADA, L. S; ALVES, C. R. J. Análise postural fotogramétrica de crianças saudáveis de 7 a 10 anos: confiabilidade interexaminadores. Rev Bras Fisioter. São Carlos, v. 13, n. 4, p. 350-5, 2009.

SILVA, L. R. V; LOPEZ, L. C; COSTA, M. C. G; GOMEZ, Z. C. M; MATSUSHIGUE, K. A. Avaliação da flexibilidade e análise postural em atletas de ginástica rítmica desportiva – flexibilidade e postura na ginástica rítmica. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, Paraná, v. 7, n. 1, p. 59-68, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.